Revista

A história do Jaguar E-Type

Placa Preta

Jaguar E- Type é um dos grandes ícones da história do automobilismo, lançado no Salão de Genebra em 1961 pelo então Presidente e Fundador da Jaguar, Sir William Lyons.
Projeto do Próprio Lyons e do Projetista Malcon Sayer sucessor dos legendários XKs
120, 140 & 150, o E-Type é a evolução Sport do não menos Icônico D-Type, vencedor
consecutivo das Provas de Lê Mans de 1955, 1956 e 1957.
O E- Type foi inicialmente apresentado nas versões Roadster e Coupé, sucesso imediato de Público e aclamado pela Imprensa especializada foi a sensação da sua década. Até mesmo Enzo Ferrari o reconheceu como o Sport GT mais bonito até então produzido.
Mas suas qualidades não se resumiam a sua beleza, sua performance e acabamento igualava e até superava os GTs da época Ferrari, Maserati, Aston Martin, e outros.
E seu custo era metade do preço de seus rivais, dai seu estrondoso sucesso comercial.
Seu Slogan: “The best Value for Money for the Sport Motor Car”
Durante toda a década de 60 o E-Type liderou folgado as vendas no mercado americano, firmando-se durante esse período como o objeto do desejo tangível dos amantes de carros Esporte. Sua linha de produção durou de 1961 até 1975.
Durante esse período teve as seguintes versões:

Série I , 61/64, motor 3.8 L , 265 HP
Série I, 1/2 64/65, motor 4.2 L , 265 HP
Série II, 66/71, motor 4.2 L , 265 HP
Série III, 71/75, motor 5.3 L , 324 HP

A Jaguar também produziu uma série limitada do Série I para competições o não menos famoso Light Weight E-Type concorrente direto da Ferrari GTO com a qual disputava os campeonatos GT da Europa e Estados Unidos da época. Na década de 70, o preparador Bob Tullius preparou o Série III V 12 para a categoria americana IMSA.
O E-Type foi vencedor durante alguns anos consecutivos nessa categoria, batendo os Corvettes, Ferraris e Porsches da época, encerrando com chave de Ouro seu ciclo de produção em 1975. Foram produzidos mais de 72.000 E-Types, apesar do alto volume de produção para essa categoria de carros esporte, até hoje ele é objeto de desejo para qualquer colecionador.
Atualmente os E-Types já atingem valores superiores a £ 300.000, valores 30 vezes superior ao ultimo E fabricado em 1975, sendo que as versões mais raras do Light Weight 3.8 já chegam a casa de £ 1.000.000, mesmo assim seguem sendo “the best value for money” para os apaixonado por esse ícone dos placa preta.

PS: A Jaguar irá produzir mais 12 unidades do Light Weight E-Type com reservas confirmadas ao preço de £ 1.000.000, imagine só até que preços chegarão os modelos originais da década de 60?

Texto by BeKa